Horta em Casa: Como criar a ideal

A Horta em Casa se tornou cada vez mais comum nos dias de hoje. Mesmo com a ascensão do fast food nos últimos tempos, os hábitos saudáveis voltaram com tudo e se tornaram tendência entre influenciadores e famosos. Isso é ótimo, pois não apenas resgata os velhos hábitos de plantar sua própria comida, como também se torna parte da rotina, fazendo com que seja muito mais fácil e acessível ser saudável com alimentos livres de agrotóxicos.

Também é possível ainda economizar, já que ao cultivar uma Horta em Casa você não precisa comprar em feiras e supermercados, é só colher. Além disso, certamente é uma distração a mais para se ter com a família. Caso tenha filhos pequenos, torna-se muito mais fácil a introdução de vegetais em sua alimentação, visto que ao acompanhar o desenvolvimento da planta também é possível ensinar a importância de se ter responsabilidades, fora que o contato com a natureza é ainda maior, mesmo em cidades maiores ou morando em apartamento.

Horta em Casa Benefícios 1024x681 - Horta em Casa: Como criar a ideal
Photo by Kyle Ellefson on Unsplash

Caso não tenha filhos, aproveite o momento para se conectar com você mesmo. A natureza é a nossa maior fonte, entendê-la e respeitá-la é fundamental. Acompanhe seu crescimento, necessidades e observe a saúde das plantas, ao compreende-las você vai adquirir uma alimentação de qualidade de forma simples e prática.

Por fim, as plantas também valorizam e muito o ambiente. Por isso, aproveite de seus artifícios para decorar aquele espaço sem vida, levando, é claro, vida para ele. 

Horta em Casa: Onde plantar?

Não pense que para ter uma Horta em Casa seja preciso um quintal enorme. Casas pequenas e até mesmo apartamentos são locais completamente possíveis para se ter uma hortinha, basta receber a luz do sol diretamente de 2 a 4 horas por dia, para que assim as plantas cresçam de forma saudável.

Segundo a especialista Ana Paula Souza, se o local receber incidência de luz durante todo o dia você consegue ter uma horta completa, mas caso bata luz poucas horas é mais indicado ervas e temperos, de preferência em varandas, sacadas ou janelas.

Horta em Casa Onde plantar 1024x683 - Horta em Casa: Como criar a ideal

A primeira questão a se pensar é o espaço que você tem, são várias opções que atendem a todos os espaços. Fora isso, planeje quais espécies pretende cultivar em sua Horta em Casa para que possa adquirir as opções certas para suas plantinhas.

Opções

  • Direto na Terra: Para quem possui bastante espaço plantar as sementes ou mudas direto na terra é a forma ideal para cultivá-las;
  • Vasos: São muito versáteis e por isso podem ser utilizados tanto para casas quanto apartamentos. Por possuírem inúmeras opções são ideais para decorarem ambientes também.
  • Embalagens Recicláveis: Caixas de leite, garrafas pet, potes de vidro, vasilhames de plástico, latinhas de alumínio, etc, são diversas alternativas caso queira reaproveitar alguns utensílios e continuar na pegada sustentável.
  • Floreiras: Ideal para espaços menores, a floreira possui um bom tamanho para se ter uma horta compacta.
  • Caixas de Madeira: Mais uma opção barata e sustentável, as caixas de madeira ou palets são espaçosos e cabem em qualquer lugar.
  • Horta Vertical: É super bacana para decorar ambientes, visto que aproveita espaços próximos a paredes. Além disso, podem ser utilizados em conjunto vasos, embalagens recicláveis, dentre outros.
Horta em Casa Exemplo 683x1024 - Horta em Casa: Como criar a ideal

É imprescindível que, caso escolha as opções que não sejam direto na terra, as embalagens tenham furos no fundo para que a planta respire, ou seja, não tenha excesso de água retido.

Horta em casa: O que plantar?

Como dissemos ali em cima, é preciso planejar o que se pretende cultivar em sua Horta em Casa, para que assim organize os espaços, avalie o que faz sentido pra você e entenda quais cuidados cada planta exige.

Temperos

  • Hortelã: Muito conhecida por seu aroma, a hortelã gosta de lugares com menos vento incidência de sol. Pode ser plantada por sementes ou mudas e se espalha rapidamente, mas seu cheiro pode prejudicar o crescimento de outras folhas. Por isso, se puder, plante em um vaso separado ou longe de outras plantas. Mantenha o solo adubado e irrigado, e quando for colher pode ser pelo galhinho ou somente pelas folhas.
  • Alecrim: Por ser de origem mediterrânea, o Alecrim prefere lugares quentes com terrenos mais arenosos. Ele também pode ser plantado por sementes ou mudas. Além disso, a colheita pode ser feita somente após o terceiro mês, tomando cuidado para não retirar muitos ramos e prejudicar o crescimento.
  • Salsinha: Prefere climas mais amenos e locais com um pouco de sombra. É importante manter o solo irrigado frequentemente, assim como a adubação. A colheira pode ser feita de 2 a 3 meses após o plantio e as folhas devem ser colhidas inteiras.
Horta em Casa Pimenta 576x1024 - Horta em Casa: Como criar a ideal
  • Pimenta: Uma pimentinha faz muita diferença no tempero e possui inúmeras espécies. Mas o que elas têm em comum é que precisam de um espaço só delas, pois assim como a hortelã, também pode prejudicar o crescimento de plantas ao redor.
  • Manjericão: Utilizado em pratos variados, o manjericão se adapta melhor em lugares mais quentes e com bastante sol. A irrigação deve ser constante, mas de forma moderada para que o solo fique com umidade média. Dica importante: As folhas do manjericão roubam sua força, por isso devem ser podadas.
  • Cebolinha: Não gosta de temperaturas extremas, por isso preferia plantar em épocas de clima ameno. Seu solo precisa ser irrigado e adubado abundantemente e quando colher retire toda a base, nunca pela metade.
  • Orégano: Ele se dá bem em climas amenos, mas também adora um solzinho. Da mesma forma que o manjericão, o orégano gosta de regas constantes, mas moderadas.

Vegetais

  • Alface: Para plantá-la o solo precisa estar bem úmido, mas as temperaturas precisam ser amenas para seu desenvolvimento. A colheita pode ser feita entre 50 e 130 dias após o plantio, cortando a alface pela base e deixando 2,5 cm de caule acima do solo.
  • Couve: Ela gosta de espaço, então quanto mais melhor! Se quiser plantar em um vaso, ele precisa ter no mínimo 25 cm de diâmetro. A couve também prefere clima ameno pro frio. Mantenha o solo irrigado e bem adubado. Se quiser estimular o crescimento lateral, corte a ponta do caule principal.
  • Repolho: Assim como a couve, ele também gosta de espaço. Além disso, precisa de irrigação constante e luz direta. Pode ser colhido após 4 meses do plantio.
  • Tomate Cereja: O início da primavera é a época ideal para plantio. Para colher, os frutos precisam estar vermelhos e maduros. Se for preciso, utilize uma estaca para mantê-lo em pé.
  • Cenoura: O plantio deve ocorrer em épocas de clima ameno e em solo profundo, onde não haja pedras ou outros detritos. A rega é frequente, mas com cuidado para não encharcar o solo.
Horta em Casa Morango 1024x667 - Horta em Casa: Como criar a ideal
Photo by Lucinda Hershberger on Unsplash
  • Morango: Por não possuir raízes profundas, o morango pode ser plantado em vasos sem problemas. O plantio deve ser durante dias nublados e frescos. Para multiplicar os frutos, corte os estolhos assim que surgirem.
  • Batata: Prefere clima ameno e caso a temperatura esteja muito alta, não desenvolve. Para colher é preciso deixar de regar por duas semanas, quando estiverem amareladas estarão prontas.
  • Pepino: O pepino se desenvolve melhor em altas temperaturas, e não gosta de vento. Para colher é preciso aguardar de 1 a 2 meses.
  • Abóbora: O solo para plantio precisa ser rico em matéria orgânica. Assim como o pepino, prefere clima quente e as irrigações precisam ser frequentes.

Entenda o que faz sentido para você e não tenha medo de errar. Como percebeu, cada planta possui suas particularidades e é difícil, principalmente no começo, atentar-se a todas elas. Por isso, ervas como alecrim, hortelã, manjericão e salsinha, são ótimas para começar. Com o tempo você irá aprender com elas e sentir o que precisam.

Como proteger sua Horta em Casa?

Mesmo na Horta em Casa as pragas ainda encontram um jeito de surgir. Mas fique tranquilo, pois como a quantidade é menor, o controle é mais fácil de ser feito.

Evite o uso de produtos industrializados, pois ao utilizar algum spray do tipo, pode causar intoxicação, além de prejudicar a saúde das plantas assim como a sua. É muito fácil fazer inseticidas naturais, é só seguir as receitas abaixo:

  • Inseticida de Pimenta: Você vai precisar de 6 a 10 pimentas e dois copos de água. Bata os ingredientes no liquidificador por mais ou menos 2 minutos e deixe descansar por uma noite. No dia seguinte, coe a mistura e acrescente mais um copo de água.
  • Inseticida de Coentro: Bata no liquidificador 200g de folha de coentro e 1 litro de água. Em seguida borrife nas plantas.
  • Inseticida de Óleo Vegetal: Misture 5 ml de óleo vegetal junto a 0,5 ml de detergente neutro e 1 litro de água. Borrife em horários com temperatura mais amena, como no final da tarde.
  • Inseticida de Alho: Bata no liquidificador 1 cabeça de alho, cravo da índia e 2 copos de água, deixando descansar por 1 dia. Depois acrescente 3 litros de água e misture.

Fique atento

Ainda que você siga corretamente os passos, pode ser que a falta de experiência leve você a cometer alguns erros comuns. Por mais que cada planta tenha suas particularidades, alguns cuidados são gerais para melhorar ainda mais a saúde da sua Horta em Casa.

  • Qualidade de sementes ou mudas: Antes de plantar, verifique sempre a qualidade das mesmas. Se for muda, confira sua saúde para que a mesma não contamine o espaço. Agora, quanto às sementes, de preferencia para as orgânicas, sem defensivos e fertilizantes industrializados.
  • Espaço: Dissemos logo no início que é possível ter uma Horta em Casa independente do espaço, no entanto é preciso entender o que você pode plantar no espaço que possui. Ervas são mais práticas, pois não possuem raízes profundas, agora vegetais já precisam de maior espaço no solo para se desenvolverem melhor. Além disso, lembre-se das particularidades de cada planta, algumas gostam de ter um espaço só pra elas, como a hortelã e pimenta que falamos ali em cima.
  • Disposição da Horta: Planeje seus espaços para que seja prático cuidar de sua horta e não te desmotive. Isso porque, se você deixar as plantinhas em uma hora vertical em cima do sofá, por exemplo, no momento da rega a água irá vazar e pingar, causando um certo transtorno. Além disso, de preferência para locais de fácil acesso.
  • Terra: Ela precisa ser solta, não podendo ser argilosa ou arenosa, pois isso impede seu desenvolvimento correto. Caso compre terra preparada em lojas especializadas, atente-se às recomendações do rótulo, visto que a terra pode ser destinada para floricultura e jardim, sendo que você está plantando ervas, vegetais entre outros. A terra quando não é adubada corretamente afeta o desenvolvimento de suas plantas.
  • Rotatividade: Após realizar a colheita aposte em outros tipos de plantas, pois assim você garante que não faltará nenhum nutriente no solo.
  • Adubo: A matéria orgânica é essencial, visto que por ficar exposto ao sol os microrganismos responsáveis pelos nutrientes do solo não se desenvolvem. O ideal é adubar a cada 20 dias com composto orgânico, humus de minhoca, entre outros.
  • Rega: Nunca regue suas plantas quando a terra está quente, ou em contato com o sol. Procure realizá-la entre 5:00 e 10:00 da manhã ou da noite. Além disso, as regas precisam ser constantes, mas não podem encharcar o solo.
  • Observação: Observe o desenvolvimento de suas plantas e tome notas. Caso algo de errado, anote para evitar erros futuros. Com o tempo, você não irá precisar mais das anotações, pois irá entender as especificidades de cada plantinha.

O que quer para você?

Acredito que procure uma alimentação saudável, certo? Para isso, pense sobre o que você quer trazer de benefícios para seu corpo. Cada cor traz uma vantagem e assim fica mais fácil de planejar sua Horta em Casa.

  • Verde: Aumenta a saúde dos ossos, visão, pele, sistema nervoso e imunológico, além de reduzir o colesterol, melhorar a digestão e prevenir doenças do coração. Exemplo: Alface, couve, brócolis.
  • Vermelho: Previne o câncer de próstata, mama e estômago. Não apenas combate o colesterol e doenças cardiovasculares, como também fortalece o sistema imunológico, fortalece a saúde da pele, gengiva e vasos sanguíneos. Além disso aumenta a produção de colágeno. Morango, pimenta, tomate.
Horta em Casa resultado 683x1024 - Horta em Casa: Como criar a ideal
Photo by Micheile Henderson on Unsplash
  • Branco: Possui ações anti-inflamatórias e combate alergias. Também ajuda o sistema imunológico e aumento da circulação. Cebola, couve-flor, alho.
  • Amarelo e laranja: Mantém a pele, visão, sistema imunológico e sexual saudáveis, assim como combate doenças cardíacas. Cenoura, pimentão, abóbora.
  • Roxo: Previne câncer e doenças do coração, além de melhorar a memória e o sistema digestivo. Beterraba, repolho, beringela.

Viu como é possível ter uma Horta em Casa? O planejamento e conhecimento são essenciais para você começar. Como dissemos, não tenha medo de errar e aprenda com suas plantinhas. Tenho certeza que o contato com a natureza vai mudar sua vida, aproveite! Se quiser ir um pouco além e ter outras plantas, veja aqui como cuidar de suculentas.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *